10 Sinais de que Teu Gato te Ama

  1. Amo meu Gato
  2. 10 Sinais de que Teu Gato te Ama

Quem não está habituado ou não convive com felinos domésticos pode pensar que eles são animais traiçoeiros, egoístas e incapazes de ter afeto pelos seus humanos. É um erro grosseiro, possivelmente alimentado pelo fato de os gatos não serem tão esfuziantes quanto os cães na hora de demostrar carinho.

Para ajudar os humanos a compreender melhor as manifestações de afeto dos gatos criamos a lista abaixo, com dez comportamentos que os bichanos utilizam para dizer "eu te amo" para seus humanos.

Lamber

Lamber, para os gatos, é uma forma de expressar profundo cuidado. Desde o primeiro contato com a mãe, ao nascer, os filhotes já sabem que só ganhará lambidas quem for merecedor de cuidado, proteção e carinho.

Se você nunca foi lambido por um gato, esteja preparado: sua língua é áspera e conta com estruturas de queratina (o mesmo material das unhas) que fazem com que ela seja uma das partes mais importantes do corpo de um felino.

“Amassar pãozinho”

O ato popularmente chamado de "amassar pãozinho" na verdade é um reflexo dos instintos do gato: quando filhote, ele precisa fazer esta "massagem" na mãe para que o leite desça e ele possa alimentar-se.

Ao "amassar pãozinho" o gato está expressando que confia em você, que se sente totalmente seguro e protegido na sua companhia.

Morder (ou roer)

Este é um comportamento que para algumas pessoas pode ser indesejado, pois nem sempre os gatos sabem "medir" a intensidade das mordidas e podem acabar machucando as pessoas (principalmente se houver crianças pequenas na casa).

Contudo, este é um comportamento que visa chamar sua atenção, e o gato pode ter muitos motivos para fazer uso dele. Exemplos:

  • ele tem passado muito tempo sozinho;
  • tem outros moradores na casa (até mesmo outros bichinhos, ou crianças) e o gato está enciumado;
  • ele apenas quer brincar.

Seja como for, por brincadeira ou para chamar atenção, o gato que morde está demonstrando que gosta de você, e talvez não esteja sentindo reciprocidade.

É recomendável que não se estimule o gato a morder, principalmente quando filhotinho, para evitar que ele se torne um adulto agressivo. Há treinamentos para os donos e para os gatos que podem fazer com que o bichano perca esse mau hábito.

Observar você no banheiro

Por mais estranho que pareça, os gatos adoram nos observar enquanto atendemos ao chamado da natureza.

Contudo, cada gato --- e cada dono --- poderão ter motivações específicas para este comportamento. Acredita-se que seja como se o gato se sentisse convidado a exercer sua curiosidade natural em um ambiente que, normalmente, não lhe é permitido; e se o dono pode ir lá, ele também vai, sentindo-se seguro e protegido de qualquer imprevisto.

Esfregar o traseiro na sua cara

Nem todo mundo gosta quando os gatos esfregam o traseiro peludo em seus rostos.

Para o gato, contudo, apresentar o bunda para alguém significa que ele está totalmente à vontade com aquela pessoa, está feliz e quer ser amigo dela. Se um gato dorme com a bunda na sua cara, alegre-se: é a prova máxima de confiança que um gato pode dar a um ser humano!

Trazer animais mortos para casa

Para muitas pessoas este é o comportamento felino mais abjeto.

Entretanto, para os felinos o instinto de caçado é algo muito importante, e se um gato leva o fruto de sua caça para alguém, ele está dizendo algo como "eu te respeito, te admiro, te aprecio, e abro mão de minha própria caça para te deixar feliz".

É um ato de respeito, generosidade e reconhecimento de sua liderança sobre ele.

Esfregar-se nas suas pernas

Os gatos que se esfregam nas pernas de seus donos estão evidenciando que ambos têm um vínculo muito forte, e ao mesmo tempo o gato está "demarcando" seu território.

Em outras palavras, quando o gato se esfrega nas suas pernas ele está deixando seu cheiro em você, para que outros gatos (ou mesmo animais de outras espécies) nem tentem chegar perto, afinal você já tem dono --- no caso, um gato afetuoso e um tanto ciumento.

Às vezes este comportamento deles pode causar acidentes, principalmente se for em áreas mais perigosas, como escadas ou na cozinha. É claro que cabe ao ser humano limitar o acesso do gato a estes espaços, com o objetivo de evitar dissabores.

Esfregar a cabeça em você

Da mesma forma que os gatos têm glândulas que exalam feromônios que eles usam para marcar território em seus traseiros, eles também têm nas bochechas.

Assim, quando o gato esfrega a cabeça em você ele está dizendo algo como "você é meu amigo, e eu te quero só para mim".

Destruir sua mobília

Parece que não importa o quanto você gaste em brinquedos e arranhadores, os gatos sempre vão preferir destruir seus móveis.

É um comportamento indesejado para a maioria das pessoas, e os gatos podem aprender a não fazê-lo.

Mas antes de você ficar com raiva do seu bichano saiba que ele faz este tipo de coisa porque identifica o seu cheiro nos móveis, e prefere utilizá-los para exercitar os músculos e afiar as garras.

Existem alguns truques para evitar que o gato destrua sua casa, como borrifar água na cara dele sempre que o flagrar afiando as unhas onde não deve. Lembre-se que você deve assustar seu gato para ele associar os móveis a uma sensação ruim, jamais maltratá-lo!

Outra forma de evitar que eles destruam os móveis é permitir que eles tenham atividades ao ar livre tanto quanto possível --- o que não é viável para a maioria das pessoas vivendo em zonas urbanas, infelizmente.

Miar

Por natureza, gatos raramente vocalizam (emitem sons característicos da sua espécie).

Quando gatos domésticos apelam para o miado para chamar sua atenção eles estão expressando algo como "humano, por favor, ame-me agora".

Eles sabem que você não vai desapontá-los, e acabam miando para chamar sua atenção para o fato de que eles querem... comida!

Dê uma nota para esse conteúdo!

Avaliação média: 4.8
Total de votos: 4
10 Sinais de que Teu Gato te Ama